Postado em: 17/04/2020

Primeira etapa de vacinação contra gripe já imunizou mais de 2,5 milhões de pessoas

Fase direcionada a idosos e profissionais de saúde terminou na última quarta-feira (15), mas a vacina estará disponível até 22/5 para quem ainda não conseguiu se vacinar.

Gil Leonardi/Imprensa MG

***Com informações de Agência Minas 

 

A 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que teve a primeira etapa iniciada em 23/3, vacinou  mais de 2,5 milhões de pessoas do grupo prioritário, que incluiu pessoas com 60 anos ou mais, e trabalhadores de Saúde. O resultado foi alcançado em combinação com diversas estratégias para evitar aglomerações nas Unidades de Saúde.

Até o momento, cerca de 91,89% dos idosos e 84,07% do público estimado de profissionais de Saúde foram vacinados. A estimativa é vacinar 90% da população indicada para esta primeira fase, o que corresponde aproximadamente 2.526.417 pessoas.

Segundo a coordenadora estadual do Programa de Imunizações da SES-MG, Josianne Dias Gusmão, a vacina contra a gripe reduz as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pela influenza. "Por isso, a primeira etapa foi direcionada à proteção do grupo de pessoas que está mais suscetível ao vírus da influenza, que são os idosos e os trabalhadores da Saúde. É fundamental que essas pessoas compareçam às Unidades Básicas de Saúde ou participem de qualquer estratégia de vacinação do seu município para que fiquem protegidos”, afirma.

Ainda, de acordo com Josianne Gusmão, diante da situação do coranavírus, várias cidades descentralizaram a vacinação para evitar aglomeração. "Diante dos casos de Covid-19, a recomendação do Ministério da Saúde é para que os municípios adotem estratégias para evitar aglomerações durante a vacinação nas Unidades Básicas de Saúde. Entre as recomendações está a extensão do horário de funcionamento das UBS; a disponibilização de um local específico na unidade de saúde para vacinação de idosos; vacinação extramuro em locais abertos e ventilados como pátios de escolas, drive thru da vacinação e parcerias com farmácias privadas, dentre outras.

Para a aposentada Rosangela Ferreira de Souza, 65 anos, moradora de São José da Lapa, a vacinação foi prioridade e a estratégia utilizada pelo município a deixou segura. "Todos os anos eu vacino contra a gripe, e este ano fui logo no início, por causa da situação do coronavírus. No meu município, eles montaram uma área para que vacina fosse aplicada no idoso dentro do carro, sem precisar ter contato com outras pessoas. Achei seguro. Ao tomar a vacina, eu sei que estou protegida contra a gripe e é uma doença a menos para me preocupar", disse. 

Josianne Gusmão reforça que "ainda há aproximadamente 264 mil pessoas que ainda não se vacinaram e que fazem parte dessa primeira fase da campanha e estas pessoas poderão ser vacinadas até o dia 22 de maio, data de encerramento da campanha", concluiu.

Gripe em Minas

Até o o dia 13/4, foram notificados 2.481 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG hospitalizado). Do total de casos notificados com amostras já processadas, 67 foram confirmados por SRAG por Influenza. Desses casos, cinco evoluíram para o óbito pelo vírus.

 

Mais lidas