Postado em: 11/05/2020

Romeu Zema anuncia a utilização de telemedicina no combate à Covid-19

Pacientes com suspeita da doença poderão usar o aplicativo Saúde Digital MG para fazer consultas a distância.

Gil Leonardi/Imprensa MG

***Com informações de Agência Minas 

 

O governador Romeu Zema lançou  na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, o serviço de telemedicina. Por meio do aplicativo Saúde Digital MG, os pacientes poderão utilizar a ferramenta no combate à Covid-19 sem necessidade de sair de casa, reduzindo as chances de contágio.

Com o Saúde Digital MG será possível, por exemplo, marcar consultas, ser direcionado a um atendimento médico on-line ou mesmo ter a suspeita descartada para a doença. A navegação do aplicativo é intuitiva e permite que cada usuário faça o registro.

De acordo com o governador, por meio do aplicativo será possível minimizar os riscos, evitando que as pessoas sintomáticas tenham que se deslocar, muitas vezes, utilizando o transporte público e elevando o risco da contaminação. “Por meio da telemedicina, vamos melhorar o atendimento médico no estado, tornando a consulta mais ágil e resolvendo um problema a distância que não precisaria ser resolvido presencialmente”, avaliou.

Romeu Zema explicou que em muitos países do mundo a consulta digital existe há mais tempo. “No Brasil, essa questão antes do aparecimento da pandemia sofria resistência. No entanto, ficou claro que podemos utilizar a ferramenta com adoção de critérios”, afirmou.

Também presente ao anúncio, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, enfatizou a importância do aplicativo para proporcionar à população atendimento médico em maior escala para a realização de uma triagem. “A ferramenta nos permite universalizar o acesso às novas tecnologias. Ao acessar o aplicativo, o paciente terá atendimento médico, de enfermagem e psicológico”, explicou.     

Após baixar o app, os usuários respondem a um questionário. De acordo com o resultado, o paciente é direcionado para uma agenda com dias e horários disponíveis de médicos, enfermeiros e psicólogos para teleconsulta. Todos os profissionais são da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) e já foram capacitados para o atendimento.

Para mais informações, acesse: https://saude.mg.gov.br/coronavirus

 
Controle

O governador também comentou os últimos resultados divulgados sobre a disseminação da doença no estado. Ele lamentou os 111 óbitos provocados pelo coronavírus. “Fico extremamente sentido e sensibilizado com essas perdas e com os familiares. Mas reitero que a situação de Minas em relação a muitos estados é menos dramática. Isso é fruto das medidas que tomamos no início do ano, prevendo que o pior podia acontecer”, disse.

“A agilidade do governo e a consciência do mineiro têm contribuído para que a nossa taxa seja melhor que todos os estados das regiões Sul e Sudeste. A nossa situação é segura. Apenas 6% dos leitos de UTI estão ocupados com pacientes portadores ou suspeito de coronavírus. Isso demonstra que o trabalho está sendo bem conduzido”, finalizou.

Mais lidas