Postado em: 08/04/2020

CBMM faz doação de EPI's para os profissionais da saúde

Macacões serão usados pelos profissionais da Santa Casa, da UPA, Centro de Diálise e coveiros.

Foto/Divulgação

A Secretaria de Saúde recebeu um reforço com a doação de macacões que serão usados por profissionais que atuam na linha de frente atendendo os pacientes com suspeita de coronavírus. A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) doou para a cidade, 2.500 macacões que serão usados por diversas equipes.

A Secretária de Saúde, Diane Dutra, explicou que diante da dificuldade que o Brasil está encontrando para conseguir Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) para os profissionais da saúde, identificaram que os macacões da CBMM têm o nível de proteção que os profissionais que estão na linha de frente, diretamente com o infectado pelo coronavírus, precisam usar. Ressaltou que a Companhia atendeu à solicitação, cedendo os macacões que serão usados pelos profissionais da Santa Casa, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Centro de Diálise e coveiros, pessoas que poderão ter algum contato com um paciente infectado. “Somos muito gratos à CBMM, a doação influenciou até no equilíbrio emocional das pessoas que estão na linha de frente. A Prefeitura vai completar os kits com máscaras, luvas, etc., mas nesse momento foi importantíssimo conseguirmos esses macacões para dar tranquilidade aos profissionais de saúde”, disse.

Para o gerente de Engenharia da mineradora, Leonardo da Rocha, foi mais uma participação da empresa junto à comunidade. “Conforme comunicado anterior, a CBMM está doando 2.500 macacões destinados aos nossos profissionais de saúde. Esses itens são extremamente importantes nesse momento de enfrentamento à questão de saúde, aqui em Araxá”, finalizou.

Mais lidas