Postado em: 02/07/2020

Idosa cai em golpe do “bilhete premiado” em Araxá

Vítima perdeu joias ao ser ludibriada por dois homens.

Foto Ilustrativa - Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Na última quarta-feira (1º), por volta das 18 horas, durante patrulhamento na área central de Araxá, a Polícia Militar foi abordada por uma senhora de 71 anos, a qual relatou que no momento em que estava saindo de sua residência, um indivíduo lhe abordou alegando ser analfabeto e lhe pediu ajuda para receber um prêmio de bilhete premiado, sendo que de imediato prontificou-se em ajudá-lo.
No momento em que dialogava com o referido indivíduo, outro indivíduo que passava pelo local, ouviu a conversa e parou oferecendo ajuda.  Os dois indivíduos então, propuseram à vítima pagar-lhe a décima parte do prêmio, caso ela ajudasse a recebê-lo, com a condição de que entregasse aos autores objetos de valor que ela possuía como garantia. A vítima então, retornou para  casa e pegou algumas joias e certa quantia em dinheiro e embarcou em um veículo juntamente com os dois indivíduos.

Vítima e autores se deslocaram até a região central, onde estacionaram o referido veículo e solicitaram à vítima que aguardasse na via pública, que iriam receber o prêmio e lhe entregariam a sua parte. Entretanto, as joias haviam ficado no interior do veículo, o qual ficou trancado. A vítima esperou por alguns minutos o retorno dos dois indivíduos, que não retornaram. Ao procurar o veículo, este também não estava mais no local onde estava estacionando.

Diante dos fatos, a vítima percebeu tratar-se de um golpe e, então, procurou a Polícia Militar. Segundo a vítima, o autor que lhe abordou em primeiro momento era gordo, de pele clara e estatura mediana e trajava camiseta de cor clara listrada e calça jeans. O outro autor era mais velho, cabelos grisalhos, magro e trajava camisa de cor vermelha e calça jeans. Rastreamentos seguem no intuito de localizar os autores do fato.

 

Veja as dicas da PM:

- Não forneça informações pessoais por telefone, principalmente se for pessoas desconhecidas, que em posse dessas informações, podem abrir conta em banco, solicitar cartões magnéticos e até mesmo cometer crimes em seu nome. Também não forneça informações sobre seus hábitos e rotinas, nem os de seus familiares, como por exemplo: local e horário de trabalho, colégio onde estuda, locais de lazer, etc;

- Não acredite fielmente em prêmios ou bilhetes premiados, sempre confira a veracidade de tais fatos;

- Não combine encontros com estranhos e nunca efetue pagamentos a estes.

- É importante lembrar que a arma do estelionatário é o seu poder de convencimento, sua persuasão. Por isso, golpistas mudam de tática constantemente. Então, pedimos que essas informações sejam divulgadas com frequência para assim ajudar o maior número de pessoas no resguardo de sua segurança e a de sua comunidade.

Mais lidas