Postado em: 09/09/2020

Preso em Goiás dono de agência de viagem que lesou centenas de pessoas em Araxá e Uberaba no início do ano

A diligência coordenada pelo Delegado, Dr. Christiano Dib, contou com apoio de policiais civis de Goiânia.

Foto/Polícia Civil

A Polícia Civil de Minas Gerais, por intermédio da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Araxá,  cumpriu em Goiás, em diligência efetuada pelo Delegado, Dr. Christiano Dib, um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 41 anos, investigado desde o início de  2020  por estelionato. A ação contou com apoio de policiais do 9º Distrito de Polícia Civil de Goiânia.

O homem responde por múltiplos crimes de estelionato cometidos no final no ano de 2019 e início de 2020 relativos a pacotes de viagens vendidos com destino a Cabo Frio-RJ, contudo, as viagens não ocorreram gerando danos patrimoniais e obtenção de vantagem ilícita pelo investigado.

Os pacotes de viagens foram vendidos em uma empresa no nome do investigado. Cerca de 100 pessoas das cidades de Araxá e Uberaba foram lesadas. Após a prisão, o homem foi encaminhado a uma penitenciária de Goiânia e está à disposição da justiça.

Sobre a transferência do investigado para Araxá, o Delegado responsável pelo inquérito, Dr. Christiano Dib,  informou que “a transferência é algo relativo ao sistema penitenciário exclusivamente ou a uma decisão judicial em caso de necessidade”. Portanto, ele deve permanecer preso no estado de Goiás.

 

Mais lidas