Segunda Feira, 16 de Dezembro de 2019
 
 
CBMM investe em empresa de grafeno
22-11-2019 | Créditos: foto/ reprodução internet

Com 64 anos de liderança mundial em tecnologia do nióbio, a CBMM realizou um investimento que possibilitará que a Companhia se torne acionista minoritária da 2DM – empresa dedicada à tecnologia do grafeno, sediada em Singapura. A parceria reforça a jornada da CBMM na tecnologia do Nióbio e no desenvolvimento de soluções inovadoras para seus clientes.

A CBMM identificou no grafeno potencial sinergia de aplicações - uma vez que o material bidimensional pode ser utilizado em segmentos comuns ao nióbio, como o automotivo (incluindo baterias para veículos elétricos), construção e infraestrutura, aplicações eletroeletrônicas, entre outros.

Graças a décadas de investimentos em seu programa de tecnologia de processamento e de aplicação do nióbio, a CBMM alcançou a posição de líder mundial de mercado e tem sua história diretamente ligada ao desenvolvimento deste metal. É com base nessa experiência que a Companhia começa a explorar oportunidades sinérgicas ao Nióbio, elemento no qual se baseia sua produção atual.

A 2DM foi fundada dentro da Universidade Nacional de Singapura (National University of Singapore), que é o principal centro de pesquisa do grafeno na Ásia. O potencial versátil do material, derivado da grafite, vem sendo discutido ao longo dos anos, e suas competências como aditivo industrial para melhorar propriedades de estruturas têm se destacado entre os materiais avançados. Protagonista dentre os materiais 2D, o grafeno é reconhecido por suas capacidades como condutor de energia, propriedades térmicas, resistência, leveza, dentre outras características que o posicionam como um dos materiais mais promissores para a próxima década.

“Com esta parceria, o objetivo central da CBMM é aproveitar todas as sinergias possíveis entre o grafeno e o nióbio para ampliar as soluções para seus clientes. A Companhia acredita que pode contribuir, através de suas competências reconhecidas no desenvolvimento de tecnologia de materiais e suas aplicações, na expansão do mercado e no desenvolvimento de clientes de presença global”, informou a mineradora.

Jornal Correio de Araxá - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Juliano Martins