Domingo, 17 de Dezembro de 2017
 
 
Bairros serão prioridade na ampliação do videomonitoramento
14-06-2017 | Créditos: foto/ ascom prefeitura

 

Araxá ganhará mais reforço no combate à criminalidade. A Prefeitura Municipal definiu a escolha de posicionamento das 22 novas câmeras de videomonitoramento. A definição dos pontos foi realizada através de uma avaliação técnica junto a Polícia Militar, Polícia Civil e o Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep). Com ampliação do projeto, o município contará com um total de 55 câmeras. Os bairros vão ganhar a maioria dos novos equipamentos para maior segurança dos moradores. Já o Centro receberá equipamentos para atender a demanda existente.
O secretário municipal de Segurança Urbana e Cidadania, Élvio Bertoni, avalia que a instalação de mais câmeras de videomonitoramento acompanha o bom momento vivido pela segurança em Araxá, conforme apontado em pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). “Nós não podemos parar no tempo, então, o prefeito Aracely de Paula, já havia nos autorizado expandir o sistema de videomonitoramento. O processo de instalação dessas novas câmeras já está em andamento. A empresa responsável por essa ampliação está adquirindo os equipamentos e demarcando locais para a efetiva instalação”, comentou.
Com essa ampliação, o município chega ao mesmo número de câmeras que Uberaba possui atualmente. Bertoni ressalta que a ação contemplará, tanto a região central como os outros setores da cidade. “Estamos trabalhando na área central alguns ‘pontos cegos’, que a gente reputa como importantes. O Centro receberá de duas a três câmeras. As demais serão levadas aos bairros, especialmente nos maiores corredores de tráfico e movimentação de comércio. Assim, teremos uma melhor resposta. Não vamos levar só a sensação de segurança, mas uma segurança efetiva para a população dos bairros e para quem frequenta o Centro”, destacou o secretário.
Bertoni reitera que, para definição desses pontos,  foi  feita uma avaliação técnica junto a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Consep, órgãos ligados ao setor de Segurança, onde é considerado o aglomerado de pessoas, a força do comércio, as vias de acesso aos bairros e também pontos que apresentam como regiões problemáticas a violência e a criminalidade, de acordo com levantamento da equipe do 37° Batalhão da Polícia Militar.
“O setor Norte, por exemplo, já tem esse tipo de equipamento e receberá mais câmeras de videomonitoramento. Vamos fortalecer aquela região de comércio situada ao longo da Avenida Washington Barcelos e estamos definindo também a melhor colocação para reforçar principalmente o Bairro Bom Jesus e adjacências. Também vamos levar mais câmeras, por exemplo, para o Bairro Santo Antônio, no setor Leste. Vamos instalar um outro equipamento nas proximidades do 37° Batalhão da Polícia Militar, de maneira que contemple o Batalhão, o Presídio e a APAC”, adiantou Bertoni.
“O setor Oeste também receberá as câmeras e estaremos atentos ao movimento que se tem do Centro Universitário do Planalto de Araxá (Uniaraxá), da Unisa e empresas. Elas serão monitoradas pela câmera como, por exemplo, o CDA do Zema. Esse local é uma via de passagem pela cidade muito importante e que precisa ser observada. Em linhas gerais, toda a cidade será contemplada dentro dos critérios já mencionados”, observou.
Desde que a Central de Videomonitoramento foi inaugurada em dezembro de 2016 e instalada na Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Cidadania, as imagens captadas pelas câmeras auxiliam no combate ao tráfico de drogas, da criminalidade e de outras ações ilícitas. “O projeto tem demonstrado ser uma ferramenta de muita efetividade, primeiro, na prevenção de crimes. Então, um marginal, sabendo que existe um olho eletrônico, vai evitar praticar um delito naquela região. O videomonitoramento tem demonstrado eficiência também ao surpreender alguns atos de flagrante e facilitar a prisão de indivíduos em flagrante de delito, além de auxiliar a Polícia Civil na apuração de crimes das mais variadas naturezas”, ressaltou Bertoni.

Jornal Correio de Araxá - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Juliano Martins