Quinta-Feira, 26 de Abril de 2018
 
 
Operação Fênix cumpre mandados de prisão preventiva e busca apreensão em Araxá e Uberlândia
27-03-2018 | Créditos: foto/ reprodução internet/ arquivo jornal

 

A 5º fase da ‘Operação Fênix’ cumpriu na manhã da última terça-feira (27), cerca de 30 mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em cidades do Triângulo Mineiro e de outros estados.  A  operação  deflagrada  pelo  Ministério Público Estadual (MPE)  e  conduzida  pelo  Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco)  de Uberlândia, teve início em dezembro passado e culminou em cumprimentos de mandados de prisão em Minas, Paraná e Mato Grosso.
Logo na primeira fase, mais de duzentos mandados de prisão foram cumpridos, incluindo alguns contra policiais civis  como  investigadores, escrivães  e  delegados.  Advogados também compuseram o quadro de prisões de ‘alta graduação’ da operação.  Na época, o Ministério Público ofereceu 29 denúncias (dos envolvidos) no judiciário e, entre  os  59 policiais presos na primeira fase, cerca de  12  respondem em liberdade.
As diligências desta terça-feira (27), que compuseram a 5ª fase da operação, ocorreram simultaneamente em Uberlândia e Araxá. Dois delegados da região, incluindo um de Araxá, são considerados foragidos,  já que não foram encontrados em seus respectivos endereços para  o  cumprimentos dos mandados de prisão na manhã do dia 27 de março.
Empresários  ligados  a  “ferro-velho”  também foram denunciados no possível esquema de pagamento de propina e também são alvo de investigação.


***A reportagem completa você confere na edição de sábado (31) do Jornal Correio de Araxá.

Jornal Correio de Araxá - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Juliano Martins