Terça-Feira, 22 de Janeiro de 2019
 
 
FestNatal resgata e destaca tradição das Folias de Reis
17-12-2018 | Créditos: Foto/FestNatal

Uma tradição que está na alma do mineiro. Símbolos da chegada do período natalino e recentemente reconhecidas como Patrimônio Imaterial do Estado, as Folias de Reis ganharam espaço este ano no maior Festival Natalino de Minas Gerais, o FestNatal. Numa noite totalmente dedicada a elas, o Teatro Municipal ganhou as cores e a alegria daqueles que anunciam a chegada do Menino Jesus.
A tradição que mistura cultura à religiosidade tem mais de três séculos. Nesta época do ano é comum ouvir pelas ruas dos municípios mineiros o som de versos únicos que são passados de geração em geração por meio dos grupos. “Eu venho de uma geração de capitães mais antigos. É uma coisa que vem desde criança. Eu acostumava até fugir da minha mãe para acompanhar as folias. Fico muito feliz por isso”, diz o capitão Valdelino Quirino.
Em clima de celebração, três grupos de Folias de Reis se apresentaram no último domingo (16): Os Autores de Belém, Trio Reis do Oriente Coroado e Nova Estrela da Guia. Dar visibilidade a este tipo de manifestação, segundo a organização do FestNatal, é uma forma de valorizar o que há de mais genuíno na nossa cultura e mais: de fazer com que o público se sinta corresponsável pela manutenção deste patrimônio.
Hélia Lúcia se emocionou ao ver a apresentação. “É uma forma de divulgar e dar valor a eles. É um incentivo para a cultura, valoriza a tradição e leva os foliões para cima de um palco com boa iluminação e som”, disse.
 
Encontro de Amigos
O grande destaque da programação do último sábado (15) foi um encontro entre amigos. O músico Diego Figueiredo realizou duas apresentações no palco principal. Na primeira, teve como convidado Hamilton de Holanda e na segunda a participação especial de Zeca Baleiro. “No FestNatal eu me sinto em casa e este ano tive o prazer de receber dois grandes artistas: um dos maiores bandolinistas do mundo, que é o Hamilton de Holanda e esse compositor e poeta da MPB fantástico que é o Zeca Baleiro, então esse show foi maravilhoso”, disse Diego Figueiredo.
Nos shows estava estampada a alegria do encontro entre amigos, que também surpreenderam o público tocando juntos. “A música tem esse poder de unir as pessoas. O Zeca eu já encontrei numa outra oportunidade, mas a agente nunca tocou juntos, hoje foi a primeira vez. O Diego já tínhamos feito coisas esporádicas mas também a quantidade de músicas que a gente fez hoje é algo inédito. Foi muito bonito e emocionante”, revelou Hamilton de Holanda.
Para Zeca Baleiro foi uma oportunidade única num evento em que, segundo ele, a arte ganha novos ares. “Esse tipo de evento assim aberto, de graça, pra todo mundo é muito democrático e todo mundo deveria fazer isso em todas as cidades do Brasil. Um clima bonito, as famílias vêm participar e traz essa coisa da vida comunitária à tona o que é muito bacana. Foi uma noite realmente especial”, contou.
Além deste espetáculo o palco principal da Arena FestNatal recebeu no fim de semana Udi Cello Esemble, Gustavinho do Acordeon, Vitor e Versol e Dino Rangel e Triângulo Bossa Nova.

Dança
A dança também teve seu destaque no fim de semana. Foi a Mostra de Dança Enygma Dance Company que movimentou o Teatro Municipal no sábado (15). “Nós estamos comemorando 10 anos junto com o FestNatal. Foi uma comemoração com as nossas coreografias, mostrando toda essa história”, conta o coreógrafo e diretor da companhia, Roger Santiago Borges.
 Em uma hora e meia de espetáculo, 25 bailarinos apresentaram 11 coreografias, algumas premiadas. Caso de “Pub 43”, reconhecida no FIH2Festival Internacional de Hip Hop, em Curitiba. “Essa é a oportunidade de mostrar essa qualidade para um público diferente, que é o público do FestNatal. Estamos muito felizes”, comemora Roger.
 
Itinerância
Se as apresentações nos palcos fixos encantam as que circulam pela cidade têm empolgado a população de Araxá. Neste fim de semana o FestNatal percorreu quilômetros pela cidade para levar arte e cultura.
No sábado (15) o grupo Musicarte foi ao Bairro Urciano Lemos. O estúdio ambulante (espaço lúdico) fez a alegria da criançada no Calçadão da Rua Presidente Olegário Maciel. O calçadão também recebeu intervenção circense e o Papai Noel.
 No domingo (16) a intervenção circense foi na Feira do Bairro Urciano Lemos. O local também recebeu a Clowrenata do Grupo Fratelo e Papai Noel. O grupo Musicarte se apresentou no Barreiro.
 O grande destaque das atividades itinerantes do fim de semana, no entanto, foi a performance do grupo Bêjazz on The Sreeet pelos bares da Avenida Imbiara e da Praça Dom Bosco. O grupo fez a alegria de quem curtia momentos de diversão nestes locais.
 As apresentações com músicas conhecidas da população ganha ares de concerto individual, quando de mesa em mesa os músicos dedicam alguns minutos a execuções personalizadas. O público foi ao delírio. “Eu acho que o FestNatal mudou o clima do Natal em Araxá. São 23 dias de espetáculos para tudo quanto é idade. E agora essa novidade, eu adorei”, conta a empresária Eliana Teixeira.
 
Programação
DIA 17 – SEGUNDA-FEIRA
 
VILA DO NOEL – PRAÇA GOVERNADOR VALADARES
18h30 - OFICINAS DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO - CONTADORAS DE HISTÓRIA
 
ITINERANTES
11h - INTERVENÇAO CIRCENSE "A FESTA É NOSSA"
14h - PAPAI NOEL ITINERANTE
20h - INTERVENÇAO CIRCENSE "A FESTA É NOSSA"
 
ESTÁDIO FAUSTO ALVIM
19h - CATACONTO_Contação de Histórias | CASINHA
19h - ESTUDIO AMBULANTE - ESPAÇO LÚDICO | CASINHA
19h - PAPAI NOEL CASINHA - ESPAÇO LÚDICO | CASINHA
20h30 - OPA ROCK
 

Jornal Correio de Araxá - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Juliano Martins