Terça-Feira, 23 de Julho de 2019
 
 
Quadrilha de estelionatários de Belo Horizonte é presa em Araxá
14-05-2019 | Créditos: foto/ reprodução internet/ arquivo jornal

Na noite de ontem, segunda-feira (13), por volta das 21 horas, a Polícia Militar recebeu informações de que 04 suspeitos de integrar uma organização criminosa, a qual praticava dentre outros delitos o estelionato, estariam hospedados em Araxá.

De posse das informações, a Polícia Militar logrou êxito em abordar os autores de 30, 31, 39, 41 anos, os quais relataram que seriam vendedores autônomos de duas empresas de produtos terapêuticos e de segurança, porém não apresentaram qualquer documento que comprovasse vínculo empregatício ou a existência de tais empresas.

Foram apreendidos com os autores cartões bancários, aparelhos celulares, dinheiro, máquinas de cartão, diversos eletrônicos e blocos de contrato em nome das duas empresas além de 01 bucha de maconha.

Os policiais militares realizaram consultas, porém não localizaram qualquer registro ou CNPJ que comprovasse a existência de tais empresas. Foram localizados com os autores dois contratos de compra e venda de produtos, porém, foi verificado que estavam em nome de uma vítima de estelionato, conforme registro de ocorrência em data anterior.

Ressalta-se que os autores são oriundos de Belo Horizonte, Contagem e Ibirité. Conforme apurado pela Polícia Militar, os membros da organização criminosa agiam de maneira ardilosa com as vítimas, se passando por funcionários de supostas empresas e oferecendo serviços. Durante a negociação, os autores solicitavam o cartão bancário das vítimas e passavam por diversas vezes, debitando o valor das contas.

De acordo com os registros de ocorrência, a organização agia em diversas localidades do estado de Minas Gerais e de maneira contínua, cometendo reiterados estelionatos. Importante destacar que foram localizadas também cinco camisetas azuis estampadas com os nomes das falsas empresas.

Diante dos fatos, os quatro suspeitos foram presos por organização criminosa tendo em vista a estrutura ordenada e a divisão de tarefas com o fim de obter vantagem mediante a prática de crime de estelionato.

Todo o material foi apreendido.

 

Jornal Correio de Araxá - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Juliano Martins