Segunda Feira, 16 de Setembro de 2019
 
 
Queimada de grande proporção atinge Serra da Bocaina
29-08-2019 | Créditos: Reprodução/WhatsApp

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o tempo seco do mês de agosto tem favorecido os incêndios, especialmente os florestais. Os esforços de vigilância e combate a esse tipo de ocorrência se tornaram maiores entre os meses de junho e setembro, época mais seca do ano. Em Minas Gerais o cuidado é redobrado pelo tamanho e pelas riquezas naturais existentes no estado. Em Araxá, por exemplo, uma queimada de grande proporção se alastrou pela região da Serra da Bocaina, na noite da última quarta-feira (28). Segundo informações do Corpo de Bombeiros local, os focos começaram na Argenita, Distrito de Ibiá, e se alastraram pela Serra da Bocaina, chegando nas proximidades do Horizonte Perdido, ponto turístico de Araxá. Ainda não é possível saber o tamanho da área destruída. Investigações devem apontar se o incêndio foi ou não criminoso.

Imagens circularam as redes sociais, mostrando as chamas se aproximando do Restaurante. Não houve feridos.  Segundo testemunhas, além da equipe dos Bombeiros, caminhões-pipa de uma mineradora também auxiliaram na ação. O trabalho para combater as chamas durou toda a madrugada de quinta-feira (29).

Com o fato, os Bombeiros chamam atenção também para a importância da comunidade na prevenção e combate aos incêndios e alertam:

- Fogo em áreas protegidas é crime.

- Fogueiras em locais permitidos devem ser monitoradas e apagadas com água abundante e enterradas depois do uso.

- Nunca jogue guimbas de cigarro na vegetação.

- Capine os lotes baldios usando enxada e não o fogo. Para queimar áreas, mesmo que particulares, é preciso ter autorização.

- Balões de festas juninas e fogos de artifício nunca devem ser usados próximo a vegetação seca.

***Com informações Jornal Correio e  complementos Agência Minas

 

Jornal Correio de Araxá - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Juliano Martins