CBMM
Prefeitura
Postado em: 22/06/2022

Pensando em viajar? Confira dicas para planejar uma viagem sem dores de cabeça

Voos ficam mais caros em datas festivas e períodos de alta temporada

Para qual destino viajar? Qual a melhor época do ano? O que não posso levar na bagagem de mão do avião? Essas são algumas dúvidas que podem surgir ao iniciar o planejamento de uma viagem de férias. Pensar nesses detalhes é necessário para evitar dores de cabeça e curtir os momentos de descanso tranquilamente.  Para o  proprietário da Capo Viagens, Orsini Nascimento, o primeiro passo para organizar uma viagem é definir o local e a data. Depois, ele recomenda verificar a estação do ano e o clima do destino, pois essas informações podem influenciar o valor da passagem. Ele alerta ainda que, em datas festivas e períodos de alta temporada, os voos ficam mais caros. 

“Também recomendo pesquisar sobre como está o destino da viagem em determinadas épocas do ano: no Caribe, por exemplo, em alguns meses, há temporada de furacões. Já para quem opta viajar pelo Brasil, no Nordeste há sol o ano inteiro”, explica.  Orsini também sugere começar o planejamento da viagem com seis meses de antecedência e, faltando três meses para as sonhadas férias, comprar a passagem aérea, pois há mais chances de encontrar voos com preços melhores. “Porém, caso a pessoa opte por viajar em período considerado de alta temporada ou em uma época em que esteja acontecendo algum evento, o ideal é fechar a passagem aérea e a hospedagem com seis meses de antecedência”, destaca. 

Bagagem de mão

A bagagem de mão é o único item autorizado a levar na cabine do avião, sem precisar despachar com o restante das malas. As companhias áreas possuem regras específicas sobre os objetos autorizados a levar neste tipo de bagagem, porém, Orsini adianta que não são permitidos armas, itens cortantes e pontiagudos, e substâncias explosivas e tóxicas. Para viagens dentro do Brasil, é direito do viajante levar, gratuitamente, uma bagagem de até 10kg junto a si. Já a bagagem despachada é paga e os preços alteram-se conforme a data do embarque. “Além da bagagem de mão, algumas empresas permitem viajar, gratuitamente, com mochila. É preciso consultar o site da companhia para verificar se é permitido e, caso seja, ficar atento às regras de medidas e proporções deste item”, explica o proprietário da Capo.

Mais lidas