Prefeitura
Hangar 21
CBMM
Postado em: 02/08/2022

Mercado de startups no Brasil apresenta queda, mas segundo semestre pode ser favorável para investimentos menores; Entenda

Fotos: Divulgação / MF Press Global

O primeiro semestre de 2022 foi de queda de investimentos de startups, apesar de que o de investimentos menores na área pode ser promissor para o segundo.

A constatação foi trazida pelo advogado especialista em negócios Marcílio Guedes Drummond.

“Mas é importante deixar claro que essa queda não foi só no país, mas no mundo inteiro e afetou principalmente as startups que já possuem um estágio maior de investimentos. A maioria delas vêm sofrendo por conta das contratações desnecessárias devido ao crescimento desordenado”, pontuou.

Apesar do alerta sobre a queda, o especialista comentou que para quem pensa em abrir uma startup, sobretudo de menor investimento, o mercado permanece favorável. “Isso porque ainda existem necessidades das pessoas que são atendidas somente por essas empresas”, informou.

Aconselhando quem pretende abrir uma startup, Marcílio apontou que um diferencial pode ser o tipo de produto que você pretende oferecer aos clientes, mencionando que “é preciso se perguntar sempre qual a necessidade do cliente. Isso falta muito no mercado atual. Isso pode ser determinante”, pontuou.

“Falando sobre experiência, eu reafirmo a importância de um advogado não só especialista na área jurídica, para lhe auxiliar na validação de tudo, mas também com experiência no mercado de negócios para lhe orientar”, aconselhou.

Sobre Marcílio Guedes Drummond

Marcílio Guedes Drummond é Advogado e especialista em Design de Serviços e Produtos pelo M.I.T. - Massachusetts Institute of Technology. Ele é responsável pela Expansão e Transformação Digital no Silva Shütz Advogados - com atuação em 23 países. É um dos líderes do Legal Hackers no Brasil. Marcílio é também Estrategista de Dados - Inteligência de Negócios, Proteção de Dados, Segurança da Informação e Cultura Analítica.

É um dos primeiros Legal Growth Hackers da América Latina, professor de inovação no direito em países da América Latina (principalmente Brasil, Uruguai, Argentina, Chile e Colômbia), CEO e criador da Edtech "Advogado de Startups Academy" - voltada para desenvolvimento de negócios para Advogados.

Membro de Comissões das OABs MG, MT e SP. Professor de Pós-Graduação na Verbo Jurídico e no CEDIN. Mentor de diversos programas de criação e aceleração de Startups. Professor, Palestrante e autor sobre temas de direito, tecnologia, futurismo, Inovação e empreendedorismo.

Já participou, como autor, coautor ou coordenador, de 14 obras dedicadas à inovação, empreendedorismo, tecnologia, direito, mercado e futurismo (2 delas indicadas pelo STJ). Foi um dos primeiros Heads de Inovação de escritório de advocacia na América Latina (Marcelo Tostes Advogados).

Indicado pela FGV como um dos principais líderes da Inovação Jurídica do Brasil, Marcílio também é sócio e investidor em startups e empresas offline.

Mais lidas