Postado em: 06/10/2021

Prefeito visita alunos do Projeto Viva a Vida 

Assessoria de Comunicação da PMA

Três horas de atividades físicas todos os dias da semana. Transporte e alimentação no início e fim dos treinos. Estrutura completa com materiais esportivos e profissionais capacitados para atender 80 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. O prefeito Robson Magela visitou, nesta quarta-feira (6), o Projeto Viva a Vida, no Centro Esportivo Álvaro Maneira (antigo ATC). A iniciativa é desenvolvida pela Secretaria Municipal de Ação Social e apoiado pelas Secretarias de Esportes e de Educação. 

O projeto é destinado a crianças e adolescentes de 6 a 17 anos que são atendidas pelos Núcleos de Convivência, Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas). 

Os alunos recebem uniformes (camiseta, short, tênis, sunga e maiô) e os materiais esportivos necessários para as atividades. São oferecidas aulas de futebol society, tênis e natação. Eles contam também com uma equipe técnica de psicólogos, assistentes sociais e pedagogos para o reforço escolar. 

De acordo com o prefeito Robson Magela, o Viva a Vida é um investimento imprescindível para o futuro dos atendidos. “Tive a oportunidade de ver crianças e adolescentes extremamente felizes, fazendo amizades e praticando atividades físicas. Por meio desse projeto, os beneficiários aprendem valores e ensinamentos que irão levar para toda a vida. É muito importante para nós, enquanto Gestão Municipal, contribuir com esse processo. O nosso objetivo é cuidar das pessoas, e para isso precisamos começar cuidando das crianças e adolescentes, que são o futuro da nossa cidade”, destaca. 

A expectativa é que o número de crianças e adolescentes atendidos pelo projeto seja ampliado no início de 2022. “Inicialmente, o Viva a Vida seria destinado a 200 alunos, mas devido à pandemia tivemos que diminuir esse número. Hoje, temos uma lista de espera extensa e esperamos conseguir atender a todos já no próximo ano. Todos os dias conhecemos histórias de jovens que participam do projeto e que estão sendo transformados por intermédio dele. E é claro que queremos ver essa mudança no maior número de pessoas possíveis”, destaca a coordenadora do Projeto Viva a Vida, Ana Lúcia Silva.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no site do Correio ?